• Roberto S Inagaki

Vendas e Marketing: Plano Funerário, vai um aí?

Como uma ação de Vendas e Marketing pode afugentar o cliente.

Vendas e Marketing: Plano Funerário, vai um aí? é o post do  Análise Crítica, blog de Roberto S. Inagaki

Caros leitores do Análise Crítica, creio que já deve ter acontecido com vários de vocês. Pois durante uma parada na sala de café ao comentar sobre o assunto não é que vários outros ouvintes relataram o mesmo.


Já ouvi televendas de tudo, mas de plano funerário?! Eu gostaria de saber qual é a taxa de sucesso deste tipo de abordagem de vendas. Porque a taxa de encheção eu tenho certeza é 100%


Conversando com um colega formado em Propaganda e Marketing, este me informou que um dos “cases” que eles devem fazer um anúncio para a venda de planos funerários. O aluno que deu a ideia de fazer a venda através de telemarketing não deveria ter saído da faculdade.


A primeira vez que me ligaram eu simplesmente desliguei, porém na segunda vez eu testei o treinamento da pessoa para vender um produto, digamos... não oportuno para quem “acha” que está gozando de boa saúde.


A conversa foi mais ou menos assim (sinceramente não me lembro exatamente as palavras, termos e nome da empresa, por isto não colocarei entre aspas):


– O senhor estaria interessado em um plano funerário?


– Plano funerário? Você está sabendo de algo que eu não sei? Por favor me conte!


– Não senhor é apenas para prevenção, a gente nunca sabe quando irá acontecer, não é?


– Verdade é melhor prevenir, então é melhor eu fazer um plano na academia em vez de fazer um plano funerário.


– Faz os dois planos – Rapidamente a pessoa interveio.


– Você acha então que não tem mais jeito.... você sabe de algo mesmo e não quer me contar. O meu cardiologista deve ter contado alguma coisa para vocês. Acho melhor eu reforçar o meu seguro de vida, assim quem ficar com a herança faz o plano com você. O que você acha? – Nisto eu percebo um certo ar de sorriso no outro lado da linha.


A ligação caiu.... Caiu?


Gostou deste post e da proposta do blog? Que tal o Análise Crítica? Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário aqui. Para saber mais sobre o Análise Crítica, clique aqui. E não deixe de nos acompanhar nas redes sociais – LinkedIn.