• Roberto S Inagaki

Marketing e vendas: Quer ficar milionário ou continuar sendo “pobre”?!

As empresas não medem esforços atualmente para “ganhar” clientes. Por vezes usando artifícios comportamentais e psicológicos que chegam a ser no mínimo questionáveis.


Caros leitores do blog Análise Crítica.


Qual a chance de ficarmos milionários no mercado financeiro em poucos anos? De acordo com muitas propagandas de diversos ramos da área financeira (bancos, revistas, cursos, instituições financeiras, gestores financeiros, blogueiros, canais no Youtube de finanças, publicações especializadas etc.) você só não é milionário porque não quer, aliás é pobre porque quer.


A receita é meio antiga, escolha uma ou mais das características ruins do ser humano: avareza, luxúria, soberba, inveja, ira, a gula e a preguiça; e coloque de uma forma que não pareça ruim. Algumas aparecerão por consequência.


Por exemplo: mostra que haverá riqueza muito grande em pouco tempo (luxúria) e basta fazer pouca coisa (preguiça), porém deverá ser realizado agora caso contrário outro o fará em seu lugar (inveja). Acrescente nesta as pessoas gastando o dinheiro em viagens, bons restaurantes e você sendo mais que outras pessoas que não seguiram o conselho dos acima (soberba) e depoimento de pessoas simples que usaram o método, receita, conselho etc.


Pronto; está feita uma excelente campanha de marketing para pegar todos que acham que ganhar milhões não requer muito, muito trabalho, tempo, paciência, conhecimento e mais trabalho.

Gosto de comparar estas campanhas financeiras com a “moda” de autoajuda que enriqueceram os autores e palestrantes e pouco os leitores e ouvintes.


O engraçado que as campanhas financeiras sempre colocam um “que” nas receitas de outras empresas, dizendo “cuidado com as falsas promessas de enriquecimento rápido!”. Como se estes não estivessem vendendo exatamente isto.


Um dos e-mails que eu recebi tinha o seguinte título “se você não fizer isso ficará pobre para o resto da vida!”. Este e-mail foi no mínimo bem baixo, pois nem sabem se optei pelo voto de pobreza ou que espero outro tipo de riqueza.


Portanto caros leitores, cuidado com as propagandas financeiras que trazem os sete pecados capitais enrustidos como o paraíso.



Quanto ao teste de conhecimento colocado no LinkedIn, a resposta correta é:

Em que países as pessoas em média estão menos satisfeitas com suas vidas?

Países de baixa renda - correta

Países de renda média

Países de alta renda


Espero que tenham acertado.


Gostou deste post e da proposta do blog? Que tal o Análise Crítica? Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário aqui. Para saber mais sobre o Análise Crítica, clique aqui. E não deixe de nos acompanhar nas redes sociais – LinkedIn.

Patrocinadores:

Qualitas Consultoria é um dos patrocinadores do Blog Análise Crítica
Max Fix é uma das empresas patrocinadoras do Blog Análise Crítica, de Roberto S. Inagaki
Gold Silver é um dos patrocinadores do Blog Análise Crítica
Hidrosilo é patrocinador do Análise Crítica, blog de negócio de Roberto S. Inagaki
Logo Quimlab Soluções em Química.jpg
3DProcer é patrocinador do Análise Crítica, blog de negócio de Roberto S. Inagaki