• Roberto S Inagaki

Atendimento: Não engula, não respire, não se mexa... já vai acabar o exame em 30 minutos

Ninguém nos prepara para os exames que são inconvenientes, doloridos, demorados, cansativos, que ardem, picam, coçam e muito mais.



Caros leitores do blog Análise Crítica.


Eu duvido que alguém que esteja lendo este artigo nunca tenha feito um ou diversos exames de saúde. Atualmente não importa muito a idade, as pessoas já são submetidas à exames muito antes de virem ao mundo, dentre estes exames temos: ultrassonografias diversas, cardiotocografia, perfil biofísico fetal, etc.


A vida vai passando e os exames continuam. Os diversos exames trazem muitas novidades em seus procedimentos e não estamos preparados para muitos deles. Pior ainda não nos preparam para estes de forma adequada.


Recentemente minha esposa fez um exame de imagem e no meio deste exame uma voz do equipamento avisa do nada: “não engula a partir de agora!”. Sabe o que é isto? É o mesmo que eu disser para você agora: “não pense em cerveja”. O que você fez? Justamente o oposto, não foi?


Se alguém avisasse antes o que seria solicitado, nós nos prepararíamos pela advertência.


Às vezes as pessoas que fazem os exames ou procedimento tentam suavizar as sensações. Por exemplo quando eu fui retirar o “duplo J”, o médico me alertou: “você irá sentir um rápido e pequeno incômodo”.


Ele me enganou completamente, o que eu senti foi como se minha alma estivesse sendo arrancada pelo canal urinário por umas duas eternidades.


Portanto, gostaria sempre que os profissionais da saúde nos preparassem pelo que está realmente por vir, lembrando sempre que nosso cérebro nem sempre responde da maneira que gostaríamos que ele fizesse.


Aos leitores que queiram deixar suas impressões sobre suas experiências de exames fiquem à vontade.


Quanto ao teste de conhecimento colocado no LinkedIn, a resposta correta é:


Nos últimos vinte anos, a proporção da população mundial vivendo em extrema pobreza...?

A: quase dobrou

B: ficou mais ou menos igual

C: caiu quase pela metade – resposta certa

Espero que tenham acertado.


Gostou deste post e da proposta do blog? Que tal o Análise Crítica? Seja o(a) primeiro(a) a deixar um comentário aqui. Para saber mais sobre o Análise Crítica, clique aqui. E não deixe de nos acompanhar nas redes sociais – LinkedIn.

Patrocinadores:

Qualitas Consultoria é um dos patrocinadores do Blog Análise Crítica
Max Fix é uma das empresas patrocinadoras do Blog Análise Crítica, de Roberto S. Inagaki
Gold Silver é um dos patrocinadores do Blog Análise Crítica
Hidrosilo é patrocinador do Análise Crítica, blog de negócio de Roberto S. Inagaki
Logo Quimlab Soluções em Química.jpg
3DProcer é patrocinador do Análise Crítica, blog de negócio de Roberto S. Inagaki